30 de janeiro de 2012

Ócio (criado) depressivo

Hoje dormi demais...o suficiente pra acordar e acreditar que o relógio tinha se adiantado. Todos eles. Afinal, como poderia ser 20h se ainda tinha sol lá fora?

É raro, mas hoje isso tirou meu sono. 3 da matina na internet, no google (engana-se quem pensa que não tenho nada pra fazer. hahaha) e, vamos googlar. De repente, fui invadida por uma melancolia. Aquela que você tem quando lembra que estava fazendo isso, há exatamente "muito-tempo-pra-lembrar-quando-foi" atrás e se pergunta: estou parada ou regredi? Regredir é pior do que estacionar?

Na verdade, a deprê já me é natural nos dias em que eu acordo e o dia já foi. Sinto-me meio inútil. Malu, isso é coisa de workaholic?

Estou num momento "eu tenho tanto pra lhe falar, mas com palavras não sei dizer". Pelo menos não com palavras organizadas. Sinto ideias desconexas espalhadas pelos cantos da minha mente.

Talvez por isso, ultimamente, sinto que perdi um pedaço do meu filtro. Tem coisas que eu digo e penso que não deveria tê-lo feito. Ok, algumas pessoas "merecem", mas não sou, não quero e não deveria ser eu a responsável por corrigir as atitudes e o comportamento de ninguém, desde que não interfiram na minha vida.

Mudando da água pro vinho, acabei de aceitar que o rosa das minhas unhas é fluorescente. Não havia notado ao escolhê-lo porque era discreto perto dos outros fluorescentes que a manicure testou. Pensei nisso no meio da festa e tentei negar pra mim mesma. Mas olhando agora, aff.

Melhor ir trabalhar porque, como diz a minha mãe, cabeça vazia, oficina do diabo.

Beijos,
Betty.

2 comentários:

Jessie Miranda disse...

Regredir é melhor que estacionar, Malu, com certeza!
Já passei por esses dois irmãos e posso afirmar. Normalmente quando voltamos uns passinhos para trás, é a tal segunda chance para arrumar os tais ponteiros do seu relógio minha amiga, Malu.

Ultimamente, tenhe me sentido assim também, sozinha, no meio de uma nuvem de poeira em que a única coisa que posso fazer é fechar os olhos, e depois, acho que tenho medo de abrí-los e ver o estrago que vai ficar depois que esse tempestade de areia passar

Ju disse...

Querida!!!!
Saudades tb das nossas cartas!Esses dias estava mexendo numas caixas, e achei a caixa com todas as cartas dentro!rs
E sim, tem gente que me chama de Jujuba,dentre outras tantas variações...ahuahahauha
Olha,eu sei que não é fácil,é fácil falar, eu vivi acomodada,primeiro com a fisioterapia,qdo dei 1 passo, tinha idéia de que seria o passo pra eu me encontrar na vida,que nada,me acomodei por outros 4 anos!
E sim,isso depende da gente, ou de um pé na bunda trabalhístico.
Mas que isso parta de vc!
Tô aqui sempre na torcida por vc!
beiju enorme