18 de dezembro de 2011

Ser responsável cansa.

Se você é responsável, vai entender o que eu estou falando.

Ontem foi a festa de confraternização da empresa. O dia todo, numa casa linda com piscina, amigos, comida e bebida à vontade. Se eu fosse uma pessoa normal, teria ido, me divertido e ido embora. A festa foi muito boa e divertida, mas no final da noite, tudo que eu queria era sumir com a minha dor de cabeça e me jogar na cama. Isso era umas 8 da noite e eu alcancei o meu objetivo só de madrugada.

Mas alguém tem que ser a consciência chata do dia e geralmente, sou eu. Alguém tem que lembrar de trazer de volta, tudo que levamos e tudo o que sobrou e ainda aguentar comportamento hipócrita de gente que não vai fazer diferença nenhuma, mas tem que te criticar por jogar comida fora. Alguém tem que pedir que juntem tudo porque não somos vândalos e não é porque alguém vai limpar que vamos deixar tudo espalhado por ai. Alguém tem que por ordem no pouco de sangue que tem no álcool circulando no corpo das pessoas, mesmo que o meu também estivesse assim...e engana-se quem pensa que estou falando só do nosso super Julio (huahauhua.. mesmo porque, Julio, vc fez o final da noite muito divertido).

Mas, sejamos justos, GRAÇAS A DEUS, tem gente que também tem consciência e ajuda bastante. Muito obrigada!

Beijos,
Betty, mei TPM-mei Ressaca-completamente cansada.

2 comentários:

Décio disse...

Se eu tivesse sido chamado, entraria com a desculpa do post anterior (falta de grana! hehehehe peguei sua mania de gancho de cá, gancho de lá)
Mas em caso presente, dividiria o fardo (o peso, não um fardo de cerveja) do "ser responsável e chato".
Siiiim, temos q ser o q podemos ser!

Malu disse...

é, mano...mal de família. :)