11 de janeiro de 2011

Re-soluções de Ano Novo

Título velho para problemas antigos. Respostas novas para problemas recorrentes? Mole igual papinha de nenê (ah, agora com sobrinha-bebê-projeto-completo-de-fofurice, tudo me remete a crianças...até as analogias. hauhauahua).

Me lembro de ter pensado sobre isso no começo de 2010 e agora é oficial. Todo ano desejo as mesmas coisas. Isso só pode ser persistência, comodismo ou lentidão. E, olha que sorte, sou persistente (e COMO sou), sou acomodada (e COMO sou!) e sou meio lenta pra mudanças (segundo minha mãe e a leitura do meu signo, eu sou).

Mas o ano começou com o pé direito. Dois pensamentos que passaram brevemente pela minha mente na semana passada, já se concretizaram.

- Deixar de lado o Ricardo, técnico de computadores que me deus os canos (paguei por um gravador de DVD que nunca funcionou e pela formatação do meu PC que seria feita depois que eu fizesse o backup dos meus arquivos COM o gravador de DVDs), esquecer o dinheiro jogado fora e bola pra frente resolver o problema de outra forma. Quanto tempo levei pra decidir isso: chutando por cima...16 meses.

- Esse anda de mãos dadas com a resolução de cima. Comprar um HD externo, fazer o backup dos arquivos, formatar o PC, torcer pro gravador funcionar (se for só algum vírus impedindo, serei sortuda*) e se não funcionar, talvez comprar outro (ainda não decidi se precisarei). Depois disso tudo, ver se meus programas voltam a rodar normalmente ou se é hora de trocar tudo. Mas isso é história pra daqui a alguns anos. Já comprei o HD. Uhú, em menos de uma semana, graças ao super Júlio!

- Pensar de verdade na minha vida a longo prazo. Penso nisso há uns 3 ou 4 anos. Mas ontem me inscrevi num concurso, cuja prova será em menos de um mês. Sem grandes pretensões, mas faz uns 10 meses que penso...vou prestar só pra ver a quantas ando e dependendo, começo a fazer um cursinho. Primeiro passo dado.

- As outras resoluções? Basta lerem os posts dos anos anteriores. :)))

*Repararam no asterisco junto à "sortuda" no quinto parágrafo? Foi pra me lembrar de registrar um ditado que ouvi pela primeira vez, mas que minha tia disse que minha batian (avó) diz desde sempre:

"Nai to omouna, un to sainan. (itsumo)Aru to omouna, kane to oya". Meu romanji é péssimo, nunca me ensinaram.rs. Tradução: Não pense que nunca terá: sorte e azar. Não pense que terá pra sempre: dinheiro e pais".

Voltei inspirada das férias com AgendArte de presente da mana e do cunha. Compulsão por registrar meus pensamentos de tudo sobre nada.

Beijos!!
Betty.

4 comentários:

Juliana Ida disse...

Como eu gosto de ler seus posts e saber que está se movendo. Eu tb estou! Vamos crescer Betty!!! O sucesso nos espera! beijos

Juliana Oliveira disse...

Que legal, beff. O concurso é pra que? Onde?

Malu disse...

Jubs, é do Banco do Brasil pra cadastro de reserva e o salário é menor que o meu atual, mas dizem que sobe rápido. Ainda não decidi se vou na cara dura, ou se leio um pouquinho pelo menos. hahaha.

Ju, eu me movo e paro um tempão então não to empolgada não,rs, mas obrigada!! E que venha o sucesso para todas e todos. Saudades meninas.

Ju disse...

Ain amiga, e eu que deixei de lado,sem perceber,essa coisa de resoluções!
Pelo menos nos últimos 2 anos não sei o que é isso!
aauahuahahua
sei lá se isso é bom ou ruim.só sei que quando eu quero uma coisa eu espero tanto,anseio tanto que a ansiedade sempre me atrapalha!e atrapalhada que já sou de natureza,as coisas viram uma novela!

mas entrei o ano no vermelho!
meti as caras e finalmente to aposentando meu pc! comprei um note!
queria mais pra frente trocar o aparelho de celular, só q inesperadamente meu celular foi morrendo e tive q urgentemente comprar um novo!
já tinha me preparado pra alguns shows desse ano,e essas aquisições só me lascaram!
mas,pensando por outro lado se a gente não dá uma de louca,acaba não fazendo nada!

que tenhamos muitos momentos assim,baixando a louca! ehehehe

beiju grande