28 de janeiro de 2008

Pensamentos perdidos, palavras semi-organizadas.

To beirando os 30 e me pergunto quando vai cair a ficha...será que ela cai um dia? Será que ela precisa cair um dia? Ou é mais um padrão imposto?

Às vezes (antes raras, mas cada vez mais freqüentes) me sinto meio mal por não ser uma pessoa de 30 anos "normal".

Normal? ah, tipo...no auge da carreira, estabilidade financeira, já tendo viajado muito, estudado muito, quase casando, com planos pra filhos...assim, "normal".rsrs.

Parece que, da noite pro dia, eu não pertenço a lugar algum mais. Pareço meio velha pros meus amigos antigos e pareço meio nova pros meus amigos novos. Não necessariamente na idade...mas é algo que eu sinto e não sei explicar. Será a hora de procurar um terapeuta?rs

Mudando de assunto....Hoje vi uma foto do meu ex após uns 5 anos ou mais. E sabe..me deu uma sensação muito, muito ruim. Mesmo. Fiquei até surpresa...pois sempre que eu pensava no meu namoro, eu tentava manter na lembrança somente as coisas boas. Mas ao ver a foto, tudo que passou pela minha cabeça foram só as coisas ruins. Tanto da personalidade quanto das atitudes dele e do meu ano negro ao lado dele. Eu acho que tenho nele um puta exemplo de tudo o que eu não quero em qualquer outro homem que faça parte da minha vida.

Talvez por isso eu não faça esforço algum pra voltar a ter um namorado. Porque eu sei que tem coisas que são coisas de homem mesmo...raros escapam e não tenho vontade de ficar procurando. Não me sinto traumatizada. Também não perdi a fé nos homens..hahaha...só não corro atrás, nem na frente, nem do lado..rs.

Eu me peguei perguntando....será então que eu o perdoei, de fato? Não acho que guardo mágoas. Acho que ele foi um cretino? Acho...acho que eu tenho certa culpa? Sim...acho que não tem como voltar e fazer diferente então, tudo bem? Também. Cresci com isso? Opa! Desejo que ele seja feliz? Sim.

Mas não o quero por perto nem como um figurante com quem eu não precise sequer interagir.

Mudando de assunto, again...preciso organizar melhor a minha vida. Terminar coisas que estou devendo, fazer a super faxina que ando pensando, não viver com medo da vigilância sanitária (huahauha), passar a usar os cômodos da casa e não viver somente na sala, mudar o pc pro quarto, ir a pelo menos 4 médicos e fazer exames periódicos, cortar o cabelo, pintar o cabelo, me matricular numa academia, costurar, guardar dinheiro, repensar o futuro profissional....não necessariamente nessa ordem.

Acho que é isso. Listando, quem sabe não dou um fim nisso.

Beijos!!

2 comentários:

Mr. D disse...

vc nao quer dar seu amor a mais ngm?

Isso faz um bem...

saudade...
Fazia tempo q eu nao vinha aki..rs

=*

Cíntia Freitas disse...

Em relação à idade: acho que não precisa cair ficha nenhuma. E 'quase trinta' não é trinta.

Aos homens: tá certa de não procurar nem correr atrás. Os melhores são melhores mesmo, caem do céu.

À organização de vida: nem me atrevo a listar minhas necessidades. Mas mudar o computador para o quarto vai ser bem proveitoso - trust me.

Obs relevante: finalmente postei no Cíntia Disse. :]