16 de março de 2005

o do vizinho é sempre mais gostoso

...sem trocadilhos, povo da minha sala...hauhauhaua

Estive visitando alguns blogs de estranhos-não-tão-estranhos. Encontrei um de uma menina que sofria por amor mas que agora está feliz de novo porque voltaram. Os posts da época em que ela sofria são verdadeiras declarações de amor...dessas que a gente só faz quando tá muito feliz (e vira meio "açúcar" demais) ou quando tá muito triste e, tirando os posts-depressão, são os mais sinceros. Sinceros porque são desarmados. Porque é como se fosse uma última tentativa de trazer a pessoa que vc ama de volta pra vc. Sinceros porque são feitos de verdades num momento que tudo o que vc queria era sonhar.

Eu confesso. Senti uma ponta de inveja.

Inveja?!? De sofrer?!?!

Não, inveja de amar. Ninguém (tá, poucos) me entende quando eu digo que eu sinto mais falta de amar do que de ser amada. Dizem que sou louca por querer sofrer. Não é sofrer. São todos os sentimentos bons que amar trás consigo. Acordar feliz só porque a pessoa existe. Ficar feliz só de vê-la, de estar perto. Não é bom? O coração batendo mais forte. Tudo. Pra isso a pessoa não precisa retribuir (claro, se retribuir, melhor ainda...rs). E nem isso eu consigo...o que eu to fazendo de errado?!?hauhauahua

Bom, não tem nada a ver com o título do post, mas é que eu já perdi o fio da meada...rsrsrs

Beijos, Betty.

2 comentários:

Kalu disse...

sabe o que é mais engraçado? eu te entendo e perfeitamente.
Eu ando meio apaixonadinha e sabe que isso tem me feito um bem danado? tem preeenchido um vazio estranho aqui. Mesmo nao sendo correspondida.
Te amo ta?

e o okrut vicia mesmo, quem mandou eu voltar?

Japoneis Duente disse...

betty querida, eu te compreendo completamente e axu q to entrando na mesma barca q vc, heheheeh
bjão
Dani