26 de outubro de 2006

E vc... QUANDO?

Várias conversas esses dias me levaram a pensar sobre isso. Quando você será feliz? Quando tiver 30 quilos a menos? Quando souber o que quer da vida? Quando tiver dinheiro? Quando tiver o emprego dos seus sonhos? Quando tiver férias? Quando ganhar na mega-sena? Quando encontrar o amor da sua vida? QUANDO?

Quando (sim, essa palavra será repetida muitas vezes nesse post) eu era criança, queria casar aos 21. Claro, porque com 21 a gente já é bem velho e tá na hora de casar. Quando cheguei aos 21, esqueci dos meus planos de criança, mesmo porque não me sentia tão adulta quanto eu imaginava que seria...e passei a ter planos de me casar antes dos 30. Bem, ainda tá em tempo. Algum candidato aí? hauahuah. Agora, aos 28....planos de casar? Nem os tenho...rs.

O casamento foi só um exemplo pra falar da idade. Vc sempre acha que daqui a 10 anos vc será completamente diferente e ao fazer planos, acha 10 anos mais do que suficientes para poder realizá-los. Claro que em 10 anos vc pode mudar muito. Mas nenhuma mudança acontece quando vc pisca.

O ponto é... [ponto? que ponto? o PONTO DO QUANDO]...sempre costumamos achar que a felicidade está em "quando alguma coisa". Todo livro de auto-ajuda diz...viva o hoje, seja feliz hoje. Achava isso tão idiota quanto óbvio é. Mas....pensa, vc já alcançou alguma coisa e nem lembrava que "era pra ser feliz" e não mudou nada?

Eu já. Não tenho grandes ambições financeiras nem amorosas...só as normais (relativo! relativo!). Mas meu sonho master de felicidade é (ou diria...ainda é...pra ver como a gente pode ser burro..hauahuah) ser magra-seca-fina....nunca achei que minha felicidade estaria em ser gostosona...mas magra...ahhh, eu queria...hauhauaha. Eu consegui...tá, não tava magra-seca-fina, mas tava magra. E não era nada feliz. Pior...não era nem mais feliz. Não fez diferença.

Agora o livro de auto-ajuda faz algum sentido (além do óbvio). Não é simplesmente ser feliz com o que vc tem hoje. Ninguém precisa ser acomodado e virar serial-killer de sonhos. Mas é preciso entender que...se vc não é feliz hoje, não importa o que vc obtenha, não será feliz amanhã.

hauhauha...isso daria um capítulo pro meu futuro best-seller...um-livro-de auto-ajuda-para-vc-se-livrar-dos-livros-de auto-ajuda...hahahaha.

Beijos.

7 comentários:

Anônimo disse...

isso foi pra mim...

sim, complexo de cris cordeiro...hahaha

mas eu tenho certeza.
Pode nao ter sido SO pra mim, mas q eu to no meio eu to.
E vc vai falar que é pra maioria das pessoas...hahaha

e isso é verdade, mas sei q foi pra mim pq conversamos sobre isso no msn...

ta, parei.
XD

Cíntia disse...

Pq é tudo sempre tão relativo?!

pS.: Blog novo! Ainda engatinhando. Tem o link lá no Simples Assim original. Ai que emoção! espero que goste.

Mr. D disse...

nossa...lendo o comentario novamente, me pareceu grosso...

hum...auhauahu

olha, mais um endereço chato pra tu visitar. Vamos ver quanto tempo eu sigo com ele sem ejnoar.

:)

Betty disse...

hauhauaha...não foi pra vc não. Quando falei aquilo no MSN já tinha postado aqui há uns dois dias.

Cíntia disse...

Oi Betty!
Pois é, no fim das contas, desisti (acho que apenas temporariamente) do blog novo. Esses códigos html não são pra mim.
Eu postei lá no meu blog, expliquei e to pedindo uma sugestão. Não deixa de passar por lá, viu?
Divertido-viciante?! E o seu então?! Faço minhas as suas palavras!

Sil! disse...

oi Betty, adorei seu post menina, acabei me identificando pra caramba! hehehe Acho que vou passar por aqui com mais freqüencia! Bjão, Sil!

Lucas C disse...

eu concordo e discordo

o pq? isso é bem mais complicado...
me pergunte um dia desses